Novembro de forte alta se encerra com queda de bolsas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nos despedimos do mês de novembro com o aumento da pressão das negociações do Governo junto ao Congresso na tentativa que a PEC Emergencial seja aprovada ainda este ano, abrindo espaço no teto para um novo programa.

E mesmo com a diminuição da possibilidade de que medidas de ajuste fiscal sejam feitas em 2020, diante das boas notícias em relação a eficiência das vacinas o Ibovespa encerrou a semana com alta de 4,27% nos 110.575 pontos.

Já o dólar, encerrou a semana em queda de 0,96% em comparação ao Real, fechando em R$ 5,34.

Neste mês o índice Dow Jones bateu seu recorde de resultado mais significante desde janeiro de 1987 com alta de 12,9%. S&P 500 com 11,3% e Nasdaq com 11,9% ambos de alta.

Com a divulgação de resultados otimistas das vacinas (Moderna, Pfizer e AstraZeneca), hoje (30/11) os índices futuros americanos e as bolsas europeias estão com leves baixas.

Mesmo com a expectativa em relação a vacina, os Estados Unidos mais uma vez ultrapassam o número de contaminações diárias com 205.460 novos casos registrados pela Universidade Johns Hopkins.

Lockdowns continuam sendo implementados em Alemanha, Reino Unido e França.

Com a intenção de obter um novo acordo comercial, as negociações presenciais entre União Europeia e Reino Unido foram retomadas no sábado (28/11). No dia 31 de dezembro o trato atual chegará no final de seu prazo para transição.

O ministro britânico das Relações Exteriores Dominic Raab, anunciou ontem (29/11) que as conversas deverão levar a uma semana de muita importância. Porém, conforme publicações midiáticas feitas na sexta-feira (27/11) houve rejeição de uma proposta da União Europeia sobre o valor da cota de pesca que as frotas europeias iriam pagar ao pescar nas águas britânicas.

Uma reportagem da agência Reuters também está em destaque, a informação é que a gestão de Donald Trump tem a pretensão de colocar numa lista negra de empresas supostamente controladas por militares chineses: a produtora de óleo e gás  CNOOC e a fabricante de chips SMIC.

Foi emitida uma ordem executiva pela gestão de Trump que proíbe investidores americanos de comprar ações das empresas participantes da lista, a partir de 2021. A medida pode fazer com que haja o aumento da tensão entre a China antes mesmo da posse de Joe Biden.

Nesta semana o PIB do terceiro trimestre e os dados da produção industrial referente à outubro será a principal divulgação.

O PIB da Itália e da Austrália, bem como os dados de desemprego e os PMI’s das principais economias, serão os destaques no exterior.

Não deixe de acompanhar o Café Econômico em nosso canal do YouTube para se manter atualizado durante a semana. De segunda a sexta às 8h20 da manhã.

Bons negócios e conte conosco nos investimentos!

× Como posso te ajudar?