O Que é CDI e CDB?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A cada dia que passa, utilizamos cada vez mais siglas. Não sei se pela praticidade ou necessidade de escrever utilizando poucos caracteres, é difícil ler uma notícia que não as possua. E o pior: muitas vezes não são descritas.

Quando o assunto é economia e investimentos, parece pior: CDB, LCI, IR, CRI, LTN, LFT e por aí vai. Enquanto algumas são tão corriqueiras que (quase) todos já conhecem, como IR (Imposto de Renda), outras são totalmente desconhecidas da maioria.

Decidi explicar o que é CDI e CDB por conta de uma simples pergunta de um aluno, ele questionou: “O que significa um CDB que rende 100% do CDI?“.

O que é CDI?

De forma a garantir uma distribuição de recursos que atenda ao fluxo de recursos demandados pelas instituições, foi criado, em meados da década de 1980, o CDI.

Os Certificados de Depósito Interbancário são os títulos de emissão das instituições financeiras, que lastreiam as operações do mercado interbancário. Suas características são idênticas às de um CDB, mas sua negociação é restrita ao mercado interbancário.

Sua função é, portanto, transferir recursos de uma instituição financeira para outra. Em outras palavras, para que o sistema seja mais fluido, quem tem dinheiro sobrando empresta para quem não tem.

O Que é CDB?

O CDB é o Certificado de Depósito Bancário. Ele é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos.

Basicamente, o CDB funciona como um empréstimo do seu dinheiro para a instituição bancária. Em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade que é definida no momento da compra.

A captação serve para financiar as atividades do banco emissor, como projetos, crescimento e pagamento de dívidas.

De forma geral, os CDBs emitidos por instituições bancárias de menor porte tendem a oferecer taxa de rendimento maiores.

Assim como aqueles que possuem prazo de vencimento mais longo costumam ter rentabilidade mais atrativa. Nos próximos tópicos, vamos mostrar este fator com mais detalhes.

Conclusão: CDB, como começar?

O CDB é um título de renda fixa que costuma oferecer taxas de rendimento moderadas. Além disso, os títulos do CDB possuem baixo risco. Então, ele pode ser uma excelente opção para os investidores de perfis conservador e moderado.

Nos últimos anos, o número de emissão de CDBs tem aumentado. Hoje, você encontra ativos que cabem no seu bolso e aceleram a concretização dos seus objetivos.

De forma geral, esta aplicação costuma ser recomendada para metas de médio e longo prazos, como aposentadoria, compra de um carro ou casamento.

Já os CDBs com liquidez diária podem ser utilizados para os objetivos de curto prazo, por exemplo, reserva de emergência ou viagem de férias.

Então, este ativo se mostra como uma alternativa bastante flexível. Porém, você deve ter em mente a sua estratégia de ganhos e o seu perfil de investidor.

Para ter acesso aos melhores CDBs e começar a ver o seu dinheiro crescer de forma segura, o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico agora mesmo!

Gostou deste artigo? Então, deixe um comentário com sugestões.

Continue aprendendo sobre investimentos com estes outros artigos do nosso blog: