Café Econômico

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

PEC fura-teto aprovado

PEC dos Gastos aprovada no Senado e Câmara

A PEC dos Gastos foi aprovada na Câmara ontem e também no Senado em dois turnos, a única diferença de antes é que agora ela tem validade de 1 ano e não 2 como queria o PT.

Lula deve anunciar mais ministros hoje

Depois da PEC aprovada, o Lula agora vai anunciar mais alguns ministros, entre eles a expectativa é do que a Simone Tebet e Marina Silva ganhará. Apesar de manifestarem apoio na reta final do PT, já foram bastante críticas do passado, principalmente quando estava na mídia os escândalos de corrupção e por isso enfrentam resistência interna do PT.

A dúvida é do Ministério do Planejamento. Muito nome forte ligado a Economia sabe que o governo do PT será um grande problema e poderá manchar (mais uma vez) o futuro do nosso país, por isso está com dificuldades de encontrar um nome técnico que tenha credibilidade. Ontem foi a vez de mais um candidato rejeitar, Pérsio Arida, Renan Filho, um político desagradou o mercado e agora o Lula tenta convencer André Lara para aceitar o desafio. Serão 37 ministérios no governo, 14 a mais do que Bolsonaro. Haja dinheiro para tanto cabide de emprego.

Diretor da PF é desconvidado pelo Flavio Dino

Edmar Moreira foi convidado para o cargo de diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal e já foi substituído ou desconvidado pelo Policial Rodoviário Antônio Fernando Oliveira, porque o primeiro teria apoiado a prisão de Lula na Lava-Jato. O critério para escolha de diretores e cargos não é técnico, é por afinidade.

Mercadante quer reconstruir o BNDES

Ouvir os novos políticos é um susto atrás do outro, que o mercado leva. Como o Banco Central é independente, agora o PT quer fazer política monetária com o BNDES que segundo Mercadante, terá “um papel complementar aos mercados de crédito de capitais, ocupando as lacunas não preenchidas”. Na prática ele quer destruir a Política Monetária Brasileira liberando crédito barato para quem apoiar o governo e incentivando empresas “amigas do rei” já vimos isso no Petrolão, Mensalão e escândalo da Lava-Jato.

Mais aumento de salários, agora para o STF

Enquanto tinha Guedes no ministério da Economia, ela segurava os aumentos e gastos do governo. Chegou a falar em congelar aumento de salários por alguns anos, seria a forma dos Servidores do Estado contribuir para recuperação econômica. Agora a ótica é outra, é gastar, gastar. Foi aprovado ontem aumento de salário de mais de 17% para o STF que terá efeito cascata.

Youtube: Acompanhe ao vivo nossa transmissão diária do Café econômico todos os dias as 08:20h da manhã no nosso canal do Youtube 

Spotify: Após a transmissão ao vivo, o café econômico também fica disponível em formato de Podcast no Spotify.