Você sabe o que são Dividendos?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O que são dividendos.

Os dividendos representam a distribuição de parte do lucro de uma empresa aos seus acionistas, utilizada como forma de remuneração. Assim, quando se compra ações em uma companhia, a pessoa passa a ser um acionista da empresa, e isso a permite receber parte do lucro.

É importante lembrar que o valor vai ser proporcional a quantidade de papéis que a pessoa possui. Essa é uma estratégia utilizada como forma de atrair mais investidores para as empresas. O valor correspondente a essa distribuição varia, e segundo a Lei das S/As de 1976 (Lei n°6.404/), as empresas que estiverem listadas na Bolsa de Valores e tiverem lucro líquido, têm obrigação de distribuir uma parte dele entre seus acionistas.

Entretanto, não há um valor mínimo pré-estabelecido, mas o valor pago deve estar registrado no regulamento interno das empresas, e caso a empresa não deixe a porcentagem clara, ela terá que pagar 50% do seu lucro líquido aos acionistas. No Brasil, há um padrão de pagamento de 25% do lucro líquido ajustado da empresa para os acionistas, isso torna os papéis mais atrativos no mercado.

Como receber os dividendos?

Existem algumas formas de você receber esses dividendos quando se compra uma ação, sendo elas: em dinheiro, em ações, em dividendo especial (quando o pagamento ocorre fora da agenda de dividendos), Juros sobre o Capital Próprio (JCP), que são proventos que se assemelham a dividendos, entretanto, neste caso os investidores têm a tributação de 15% de Imposto de Renda retirado da fonte, e a empresa pagadora adquire a isenção fiscal sobre os dividendos, isso a permite distribuir uma quantidade maior de lucro; e os Direitos de Subscrição, que é quando uma empresa opta por emitir mais ações, então ela oferece aos acionistas o direito de comparar novas ações antes do mercado, e em alguns casos com o preço abaixo do que será comercializado.

Para mais, quando se investe em ações que dão o direito a dividendos, se faz necessário ter consciência de algumas datas que precisam ser acompanhadas para receber os lucros da empresa. A “Data de Declaração”, é quando o conselho administrativo de uma empresa anuncia os dividendos e informa o valor atribuído a eles (quanto será pago por cada ação), além disso, anuncia a data de registro e a data de pagamento. Após a declaração, a companhia passa a ter obrigação legal de honrar o compromisso assumido. A “Data-com” é o período que as pessoas têm para adquirirem ações da empresa com o direito a receber os dividendos. A “Data Ex-Dividendo”, conhecida como “Data-Ex”, vem logo após a “Data-com”, ela é o mecanismo utilizado para organizar quem vai receber parte dos lucros que a empresa anunciou. Assim, apenas quem comprar ações antes da Data-ex (no período da “Data-com”) terá o direito de receber os lucros distribuídos, e a pessoa que comprar depois não receberá os dividendos (quem terá direito ao valor será o investidor que vendeu as ações para essa outra pessoa). A “Data de Registro” é quando as empresas listam quais os acionistas irão receber os dividendos, para mais, enviam relatórios financeiros, procurações e outras informações relevantes. Após isso, a “Data de Pagamento” é o dia determinado pela empresa para que os valores combinados sejam pagos aos acionistas.